Juan terá recurso analisado

O departamento jurídico do Flamengo está confiante de que deixará o lateral-esquerdo Juan em condições de jogo para a partida contra o Atlético-PR, no domingo. Nesta quinta-feira, o camisa 6 foi escalado pelo técnico Cuca entre os titulares no coletivo realizado na Gávea.

O advogado Michel Assef Filho encaminhou na segunda-feira passada o pedido de efeito suspensivo ao Tribunal de Justiça Desportiva. O instrumento foi recebido nesta quarta-feira e Antônio Vanderler de Lima, presidente do Tribunal, vai analisar o pedido nesta sexta.

– Fiquei preso aqui em São Paulo e ainda não analisei o pedido, portanto, não tenho uma decisão a esse respeito – disse Vanderler ao site Justicadespor tiva.com.br.

Juan pegou suspensão por 30 dias na sexta passada por ameaça a Maicosuel, ex-Botafogo, na primeira partida das finais do Carioca.

juan

juan

Flamengo quer manter Ibson

Boatos vindos da Gávea diziam que o Flamengo iria comprar o meia Ibson nesta sexta-feira. Chegaram até a especular que o Diretor de Futebol, Plínio Serpa Pinto, teria um encontro marcado com os dirigentes do Porto para finalizar o acordo. Porém, o próprio dirigente rubro-negro negou a informação.

– Está notícia não procede. Temos até o dia 5 de julho para comprá-lo – informou Plínio, que está de férias na Europa.

Ibson

Ibson

Adriano segue em dúvida

Adriano arrancou sorrisos de Cuca por sua atuação no treino desta sexta-feira. Mas o treinador do Flamengo ainda não revelou se colocará o Imperador no time titular na partida de domingo, contra o Atlético-PR, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Entretanto, se o técnico soltou as pistas certas, a tendência é que o estreante fique no banco de reservas. Cuca defendeu a possibilidade e descartou pressão extra para os atacantes titulares caso a situação de fato ocorra.

– Se ele ficar no banco será um escudo para quem vai jogar. Não vejo como pressão até porque é uma situação momentânea.

Por outro lado, o veredicto do preparador físico Riva Carli de que o Imperador não tem condição física de suportar mais de 45 minutos foi deixado em segundo plano. Principalmente depois da movimentação dele no treino.

– A posição do Adriano é outra. Não precisa ir e voltar o tempo todo. Às vezes, a gente tem uma ideia de um jogador e cai tudo por água abaixo durante o treino. A teoria e a prática são coisas bem distintas. Superação é importante e faz parte da excelência do futebol – declarou Cuca.

Com Adriano em campo ou no banco, o Flamengo enfrenta o Atlético-PR, domingo, às 16h (de Brasília). O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real com vídeos. O Premiere Futebol Clube e a Rádio Globo transmitem.

Adriano conversando com Cuca

Adriano conversando com Cuca

Kleberson comemora seleção

O primeiro compromisso de Kleberson pós-convocação para a seleção brasileira foi com a máquina de raspar cabelos. A esposa dele, Dayane, fez uma promessa, e o jogador do Flamengo teve de cumprir. Nesta sexta-feira, ele apareceu na Gávea completamente careca.

– Ela que faz a promessa e eu que perco os cabelos (risos). Mas foi melhor eu cumprir – disse o pentacampeão.

O volante se apresenta ao técnico Dunga na próxima semana e disputará dois jogos pelas eliminatórias (Uruguai e Paraguai) e a Copa das Confederações na África do Sul. O período de ausência deve englobar quatro jogos do Flamengo no Brasileiro.

– O Flamengo tem jogadores para suprir minha ausência. A oportunidade é muito boa. Estou saindo para representar o meu país e não por causa de lesão ou transferência. Isso é uma motivação a mais para os outros jogadores.

Ainda com o jogador da seleção em campo, o Rubro-Negro enfrenta o Atlético-PR neste domingo, no Maracanã. A partida começa às 16h, e marca o retorno de Adriano. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos. O Premiere Futebol Clube e a Rádio Globo transmitem.

Kleberson careca

Kleberson careca

Fifa escolhe cidades da Copa 2014

Vivaldão - Estádio em Manaus

Vivaldão - Estádio em Manaus

Segundo o site do colunista Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”, a Fifa já escolheu as 12 cidades que receberão os jogos da Copa do Mundo de 2014 no Brasil: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Cuiabá, Manaus, Fortaleza, Salvador, Recife e Natal. O anúncio oficial será feito no domingo, durante reunião do Comitê Executivo em Nassau, Bahamas. Assim, as cinco cidades que apresentaram candidatura e ficarão fora do Mundial são: Belém, Campo Grande, Florianópolis, Goiânia e Rio Branco. De acordo com Ancelmo, a última vaga ficou entre Natal e Florianópolis, mas a capital do Rio Grande do Norte ganhou por questões “políticas e logísticas”. Na briga pela “Copa Verde”, Manaus levou a melhor sobre Belém e Rio Branco para ser a sede da Amazônia. Já Cuiabá desbancou Campo Grande como representante do Pantanal. Segundo Ancelmo, a final do Mundial será realizada no Maracanã, como em 1950. A abertura deve mesmo ser em São Paulo, mas Belo Horizonte ainda briga para abrir a Copa no Mineirão. Em nota publicada no site oficial da CBF, o presidente Ricardo Teixeira não confirmou os nomes das escolhidas, mas parabenizou as 17 cidades pela disputa: – Nesse processo de escolha não há vencedores ou vencidos. A cidade que não for indicada poderá participar da Copa do Mundo com as alternativas que a competição oferece, como centros de treinamentos para as seleções e outros eventos específicos – disse o dirigente, que estará em Bahamas para a apresentação das sedes. O evento em Nassau será transmitido ao vivo pela TV Globo e pelo SporTV, antes da rodada do Campeonato Brasileiro, às 15h30m (de Brasília).

Sanches x Juvenal

Durante reunião entre os quatro presidentes dos grandes clubes de São Paulo, nesta sexta-feira, na Vila Belmiro, o corintiano Andrés Sanches e o são-paulino Juvenal Juvêncio trocaram algumas provocações. Ainda que de forma bem humorada, ambos não deixaram de alfinetar um ao outro.

Durante a entrevista coletiva que os presidentes concederam, Juvenal lembrou que Sanches, apesar de dizer que o Timão não mandará mais jogos no Morumbi, costuma lhe telefonar para pedir ingressos de shows que acontecem no estádio são-paulino.

– Vamos continuar brigando. Ele (Sanches) me ligando, eu não atendendo. Vejam só: ele me pediu e eu dei ingressos para o show da Madonna. E ele foi bem recebido, aproveitou o show. Mas foi ingresso só para ele e não para o Tardelli – comentou o dirigente tricolor, lembrando do episódio polêmico que aconteceu na reta final do Brasileirão de 2008, quando o árbitro Wagner Tardelli foi vetado pela CBF e não apitou o último jogo do Tricolor no nacional, contra o Goiás, por, supostamente, ter recebido, da diretoria são-paulina, ingressos para o show da cantora americana.

Os dois não se entendem desde o início do ano. Durante o clássico entre as duas equipes pelo Paulistão, em fevereiro, no Morumbi, houve muita discussão sobre carga de ingressos. O Tricolor, mandante, reservou apenas 5% da carga total a corintianos, que ficaram confinados no estádio e acabaram entrando em confronto com a Polícia Militar. Por isso, Sanchez afirmou e segue reiterando, que o Timão não mandará mais jogos no Morumbi.

Andrés confirmou que viu o show de Madonna, e que seus filhos estiveram no estádio no último fim de semana, para assistir ao trio Jonas Brothers.

– Pedi ingressos e fui muito bem atendido. Meu filhos assistiram aos shows mesmo e gostaram.

Sanches x Juvenal

Sanches x Juvenal

Guardiola Gladiador

O técnico Guardiola exibiu um vídeo com trechos do filme “Gladiador” ao elenco do Barcelona pouco antes da final da Liga dos Campeões, como motivação para encarar o Manchester United. Cerca de 17 minutos antes do início jogo, enquanto os ingleses já batiam bola no gramado do Estádio Olímpico de Roma, o treinador passava o vídeo. A trilha sonora era “Nessun Dorma”, ária do último ato da ópera “Turandot”, de Giacomo Puccini.

Este detalhe dos bastidores da final foi contado pelo jornalista Santi Padró, da “TV3” e amigo particular de Guardiola, que fez o vídeo.

– Recebi uma mensagem dele que dizia: “Preciso de um favor para poder conquistar a Copa da Europa” – comentou Padró, em um programa da televisão autônoma catalã.

Segundo ele, o vídeo – que passará segunda-feira na “TV3” – misturava imagens da equipe em ação e de “Gladiador”, produção de 2000 dirigida por Ridley Scott e que levou cinco prêmios Oscar, entre eles os de melhor filme e ator, para o neozelandês Russell Crowe.

A história conta a saga de um general romano que, traído pelo imperador Commodus – que matou seu pai, Marco Aurélio, para assumir o trono -, acaba se tornando escravo e gladiador até conseguir sua vingança.

Pedro contou que o único pedido de Guardiola foi que o vídeo tivesse imagens dos 24 jogadores do elenco. A fita ficou com 18 minutos, mas depois caiu para sete.

Guardiola viu as imagens na segunda e prometeu ao jornalista que, se o time fosse campeão, autorizaria sua exibição na tv. Segundo algumas versões, muitos jogadores se emocionaram.messi